Sobre gurus, autoajuda e como eu gostaria de ajudar você

ajudar você

Imagem: Pexels

O mundo está cheio de pessoas querendo ajudar você e de pessoas que não se importam verdadeiramente com seus problemas. Vá ao encontro das pessoas certas que realmente querem você ir para frente.


A internet é incrível, não?

Eu a adoro, embora tenha a opinião de que ainda não aprendemos de fato a usar todos seus recursos a nosso favor e principalmente saber deixar de lado aquilo que é desnecessário.

Mas esse talvez seja assunto para outro artigo.

Na internet, podemos encontrar pessoas falando sobre tudo. Inclusive eu, fazendo isso exatamente agora.

Porém, precisamos separar as coisas… Selecionar aquilo que queremos ler.

Para cada diferente assunto, existem as pessoas que já passaram por ele e contam suas vitórias e derrotas. Existem também as pessoas que estão passando por isso, e relatam como está sendo.

Mas ainda existem as pessoas que sabem que você está com essa necessidade, e querem vender algo para você. Vender a resposta mágica que nem existe.

Esses que se proclamam “gurus” sempre tem uma resposta para as perguntas.

Não vou dizer que o trabalho deles é errado. Não vou dizer que não gosto. E não vou criticar.

Enfim, não vou julgar o que eles fazem.

Veja também >> Os 4 passos de sam berns para uma vida feliz

Cada um de nós é responsável por aquilo que fazemos e dizemos. E cada um de nós se responsabiliza pela ação e reação de nossas atitudes.

Beleza, até aqui nenhum problemas.

Mas não podemos confundir dicas com respostas únicas e permanentes.

Quando o Portal Sucesso Jovem foi para o ar, a ideias era desde o primeiro artigo dizer que não tenho a resposta perfeita e única para a sua pergunta.

Ou seja, não queria e não vou parecer com um guru com a resposta para o sucesso na vida de um jovem.

Os demais que escrevem para este portal, percebo que tem os mesmos objetivos.

Aproveitando que toquei neste assunto, recomendo que após ler este artigo dê uma olhada na nossa página SOBRE e entenda melhor de onde viemos e para onde queremos ir.

Na nossa vida, temos diversas áreas para trabalhar e desenvolver.

Amor, família, carreira, amizade, liderança, autoconhecimento, relação interpessoal, habilidades técnicas, educação, cultura, e centenas de outras áreas.

Um dia gostaria de tentar listar essas áreas de forma mais direta e específica, mas não sei se uma lista única, sem ramificações, seria um resultado satisfatório.

Em cada uma dessas áreas, existem os conteúdos de autoajuda espalhados por aí para darem algumas dicas de como fazer as coisas de uma maneira melhor.

Gosto de alguns deles. Principalmente aqueles que vão direto ao ponto e realmente lhe dão bons conselhos.

Conselhos são ótimos!

Veja também >> Os problemas da falta de objetivos na vida de um jovem

Detesto aqueles que vêm com títulos incríveis e prometem grandes coisas, mas não conseguem sair da linha introdutória.

As dicas de pessoas que já passaram por o que você está passando agora, também são ótimas. Pois dão a visão de quem já teve seu dilema e passou por isso.

Mas devemos ter cuidado para não tentar seguir receitas prontas, quando não há um checklist único para um problema.

E finalmente, há aqueles que estão no mesmo momento que você ou apenas um passo à frente, mas podem de dar conselhos mais diretos.

De igual para igual.

É entre essas duas linhas que esse portal costuma seguir: As de quem venceu e tem algumas dicas para te dar e também aqueles que estão no mesmo nível que você e podem te ajudar.

É aquela velha ideia, de quem começou ontem já pode ajudar quem está começando hoje, por exemplo.

Basta não achar que você é um guru com todas as respostas prontas, e saber que mesmo sem saber de tudo, ainda pode ajudar alguém.

Veja também >> Um jovem de sucesso sem suar? Utopia!

Você pode (e deveria) ajudar as pessoas com o conhecimento que já tem. Por menor que ele for, pode fazer a diferença.

Existe tanta informação na internet que é difícil descrevermos. E ao mesmo tempo, existe tão pouca informação, que é difícil de explicar. Há uma confusão aí…

Isso é porque as pessoas teimam em querer fazer “mais do mesmo”.

Recentemente a Flávia Gamonar me deu uma dica que me fez pensar antes de escrever qualquer texto. Que pessoas gostam de ver pessoas, quando estão lendo algum texto.

Parece um conselho tão simples, não? Mas fez uma diferença enorme no meu processo produtivo quando estou tendo a ideia de um artigo.

É assim que eu gostaria de ajudar você.

Como se fosse um grande amigo meu, me pedindo um conselho.

Se eu puder te ajudar, mesmo que seja de forma simples. Vou realmente estar cumprindo meu papel quando escrevo um artigo.

Quer ajudar outros jovens também? Vem escrever pro Portal! 🙂

Clique aqui, e saiba mais!

Quem escreveu

William Meller
William Meller

Fundador do Portal Sucesso Jovem, Analista de Projetos/PMO na Totvs, voluntário no PMI e estudante de Gestão da TI na Unisinos.
Colunista dos sites Profissionais TI, Portal GSTI, Portal Administradores e Site Campus.

Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Agência Sparta