O que é o Metaverso

O metaverso é um universo paralelo ou múltiplos universos rodando pela internet, suportando ambientes virtuais 3-D online persistentes e com realidade aumentada.

Vamos imaginar que foi um dia cansativo para você. Você chega em casa, toma um banho incrível e relaxante, e coloca algumas roupas confortáveis. Você está sozinho e só quer desconectar do mundo. Além disso, você coloca seus fones de ouvido com aquela música que desliga seu cérebro.

Liga o videogame e lá está o Mario, reiniciando aquele nível que você não conseguiu vencer da última vez que jogou.

Cada inimigo está no mesmo lugar, você até lembra quais tijolos bater e quais evitar, porque pode ser uma armadilha.

Nada muda, e se tudo correr bem, a princesa será recuperada no final.

Da mesma forma, mesmo após jogar esse jogo 10 vezes.

Este universo é estático. Ele só existe quando você liga o videogame e não importa quantas vezes você interage com ele, as fases e os personagens seguirão o algoritmo escrito por outra pessoa.

Mas imagine que quando você ligou o videogame para jogar Mario, o tempo passou ali exatamente como passou para você. O Mario está desidratado e com muita fome, ele não pode enfrentar os inimigos com você hoje, afinal, você o deixou dois dias sem nenhuma interação. Esperançosamente, nenhum outro inimigo no jogo fez nada ao seu personagem, mas não temos certeza se a princesa ainda está 100%.

Claro, este é um exemplo muito tolo. Ele mistura fantasia com segunda vida, e o jogo em questão não tinha muita inteligência artificial. Mas é uma boa demonstração de que um universo paralelo sempre acontece (sempre em paralelo, obviamente) com outro universo ou com o mundo real.

Em 1992, o romance “Snow Crash” de Neal Stephenson cunhou o termo “metaverso”, no qual ele imaginou avatares realistas que se encontravam em edifícios 3D realistas e outros ambientes de realidade virtual. Desde então, diferentes desenvolvimentos marcaram o caminho em direção a um metaverso real, um mundo virtual online que incorpora realidade virtual aumentada, avatares holográficos 3D, vídeo e outras formas de comunicação.

Conforme o metaverso se expande, ele oferecerá um mundo alternativo hiper-real para você coexistir.

Algumas iterações do metaverso envolvem integração entre espaços virtuais e físicos e economias virtuais e, de alguma forma limitada, já foram implementadas em videogames como o Second Life e estão acontecendo agora em universos de jogos online como Fortnite, Minecraft e Roblox, e as empresas por trás desses jogos têm ambições de fazer parte da evolução do metaverso.

Mundos paralelos ou universos paralelos ou universos múltiplos ou universos alternativos ou o metaverso, megaverso ou multiverso – são todos sinônimos e estão entre as palavras usadas para abranger não apenas o nosso universo, mas um espectro de outros que podem estar fora lá.

Os apoiadores do metaverso imaginam seus usuários trabalhando e mantendo-se conectados com amigos em tudo, desde shows e conferências até viagens virtuais ao redor do mundo.

Mark Zuckerberg, o CEO da Meta (anteriormente Facebook), estima que pode levar de 5 a 10 anos para que os recursos do metaverso se tornem populares. Mas aspectos do metaverso existem atualmente. Velocidades de banda larga ultrarrápidas, fones de ouvido de realidade virtual e mundos online persistentes sempre ligados já estão funcionando, embora possam não estar acessíveis a todos.

O gigante da tecnologia anteriormente conhecido como Facebook já fez investimentos significativos em realidade virtual, incluindo a aquisição de 2014 da Oculus. A Meta prevê um mundo virtual onde avatares digitais se conectam por meio do trabalho, viagens ou entretenimento usando fones de ouvido de VR. Zuckerberg tem sido otimista no metaverso, acreditando que ele poderia substituir a Internet como a conhecemos.

É importante observar que o “Metaverso” não pertence a nenhuma pessoa ou empresa.

Não existe um único criador ou desenvolvedor.

Um total de $106 milhões de dólares foi gasto em bens virtuais nas primeiras semanas de dezembro (2021), com compras de terrenos digitais, iates de luxo e outros ativos, segundo dados da DappRadar.

Conforme o conceito do Metaverso evolui, haverá espaços online onde as interações se tornarão ainda mais multidimensionais do que a tecnologia existente hoje. Então, em vez de apenas olhar para o conteúdo digital, você pode mergulhar em um lugar onde os mundos físico e digital se fundem. Só será necessária a tecnologia mais recente para suportá-lo.

Alguns fatos interessantes:

  • $10 bilhões já foram investidos no Metaverso pela Meta
  • Cerca de 10.000 empregos serão criados em um período de cinco anos
  • Espera-se que o mercado global do Metaverso seja de $280 bilhões em 2025
  • A palavra ‘Metaverso’ significa ‘além do universo’

Essa ideia inteira do Metaverso poderia basicamente reinventar toda a cultura do mundo em grande escala, e isso está chegando, não importa como as pessoas se sintam a respeito.

Ok, o que é o metaverso em um parágrafo?

O Metaverso é uma combinação de múltiplos elementos de tecnologia, incluindo realidade virtual, realidade aumentada e vídeo onde os usuários “vivem” dentro de um universo digital onde não há pausa e nem fim, já que a palavra ‘Metaverso’ significa ‘além do universo’ e não tem dono.

William Meller

Fundador do Portal Sucesso Jovem

Posts relacionados