Facebok agora é Meta: o que muda com isso?

O Facebook agora se chama Meta, mas parece que em termos de produto, não veremos grandes mudanças agora. Então, o que isso muda em sua vida?

O Facebook tem estado sob intenso escrutínio nas últimas semanas, depois que revelações baseadas em documentos internos contundentes fornecidos ao Wall Street Journal pela denunciante Frances Haugen mostraram, entre outras coisas, que a plataforma Instagram do Facebook se tornou um lugar tóxico para adolescentes, especialmente meninas.

E os reguladores antitruste estão pressionando para que a empresa seja desmembrada, à medida que a confiança do público na plataforma de mídia social diminui.

Mas agora, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou no evento Connect de sua empresa que o novo nome da empresa será Meta.

“Somos uma empresa que desenvolve tecnologia para conectar”, disse Zuckerberg. “Juntos, podemos finalmente colocar as pessoas no centro de nossa tecnologia. E, juntos, podemos desbloquear uma economia de criadores muito maior. ”

“Para refletir quem somos e o que esperamos construir”, acrescentou. Ele disse que o nome Facebook não engloba totalmente tudo o que a empresa faz agora e ainda está intimamente ligado a um produto. “Mas, com o tempo, espero que sejamos vistos como uma empresa do Metaverso.”

O metaverso é um termo cunhado no romance distópico “Snow Crash” três décadas atrás e agora está atraindo buzz no Vale do Silício.

Refere-se amplamente à ideia de um reino virtual compartilhado que pode ser acessado por pessoas usando diferentes dispositivos.

O metaverso é a próxima evolução da conexão social.

É um projeto coletivo que será criado por pessoas de todo o mundo e aberto a todos. Você conseguirá socializar, aprender, colaborar e brincar de maneiras que vão além do que é possível hoje.

A empresa, que investiu pesadamente em realidade aumentada e virtual, disse que a mudança reunirá seus diferentes aplicativos e tecnologias sob uma nova marca. Disse que não mudaria sua estrutura corporativa. A empresa lançou este ano seu próprio par de óculos inteligentes com a Ray-Ban, anunciou uma série de novas atualizações de produtos VR durante o Connect. Isso incluiu uma maneira de as pessoas que usam o Oculus VR ligar para amigos usando o Facebook Messenger e convidar outras pessoas para uma versão social de sua casa.

A palavra “Meta” sugere uma camada de abstração entre a empresa e seu produto homônimo, que ainda será chamado de Facebook. Isso é um pouco como a criação da Alphabet (GOOGL.O), a empresa que hospeda o mecanismo de busca Google.

É uma boa ideia, já que o principal produto de Zuckerberg enfrenta críticas de políticos e delatores sobre seu efeito às vezes pernicioso sobre os indivíduos e a sociedade.

A aplicação e o endereço do facebook.com continuarão a existir com o mesmo nome, a mudança é o nome do grupo que gerencia as três plataformas.

William Meller

Fundador do Portal Sucesso Jovem

Posts relacionados