Termine sempre o que você começar

Termine sempre o que você começar

Termine sempre o que você começar – Imagem: Unsplash

Termine sempre o que você começar se quiser que as coisas funcionem para você. Não tem nada que derrube mais você do que não terminar o que começa.


Termine sempre o que começa.

Esta foi uma curta, porém reflexiva frase que ouvi há 3 anos quando comuniquei ao meu orientador que estava me desligando do projeto de Iniciação Científica. Participei praticamente durante dois meses apenas da IC.

Cheguei pela manhã na empresa o procurei e lhe falei sobre minha decisão. Ele olhou para mim, me deu um sermão de alguns minutos e foi embora. Saí da empresa aquele dia refletindo sobre minhas atitudes. E hoje passado – se alguns anos eu ainda lembro dessa frase como motivação para prosseguir em meus desafios diários.

Veja também >> Personal MBA: Você conhece o Manual do CEO?

Começar é para muitos. Exemplifica-se bem este fato nos cursos superiores. Muitos alunos empolgados com a turma, as matérias, uma sede imensa de saber como serão os professores, os amigos. Porém, as semanas vão se passando e os semestres vão ficando cada vez mais dificultosos, e muitos vão desistindo, dependendo da razão, por motivos supérfluos.E passado-se os períodos necessários, poucos se formam, poucos resistem às dificuldades e obtém o diploma no final.

Não desista das coisas facilmente

Não só na vida acadêmica, mas muitos desistem de concluir o que começam. Em alguma área de sua vida, por exemplo, você pode lembrar de algo que começou muito entusiasmadamente, porém não concluiu.

Mas o que é realmente lamentável são as desculpas rasas que são expostas. Desculpas essas que são dadas para que possa haver paz com sua consciência, para que quando você se lembre você possa dizer: Houve um motivo!

É realmente lamentável o modo como nos sabotamos.

Claro que não posso generalizar, pois sempre há casos e casos, como motivos de viagens, falecimentos de um ente querido e vários outros  onde é realmente necessário  o cancelamento de um projeto.

Porém, na maioria das vezes, sabe-se que há desistência no meio de um processo, por obstáculos pequenos, que derrotam e limitam o combatente.

Veja também >> Procuram-se líderes, mas como os líderes são formados?

É necessário realmente aprender que deve-se terminar o que começou, por que na maioria dos casos há pessoas envolvidas, confiando em você para gerar êxito em alguma causa. Não mantenha seu foco apenas no começo.

Os que começam apenas não são lembrados. Os atletas que começam uma corrida sem concluírem, não são estes que sobem no pódio, mas sim os que começam, se mantém firmes durante o processo e concluem a disputa.

Mantenha seu foco firme durante seu projeto de vida, e principalmente, mantenha seu foco no final.

Para não correr o risco de ter uma lista de projetos inacabados, pense sobre todos os que você deseja começar, e se pergunte: Qual a minha intenção de entrar nesse projeto? É realmente o meu desejo? Quais são os prós? Os contras? Vou dispor de tempo?

Muitas vezes, é só empolgação, só para dizer que “Está dentro”, mas o foco não é lançado o interesse não é devidamente imputado. Pense bem antes de entrar em qualquer projeto.

Não acumule projetos inacabados. Seja alguém que termina o que começa. Bem feito é melhor que perfeito.

Para concluir

Quer saber qual foi o motivo pelo qual sai do projeto que citei logo no primeiro parágrafo?

Motivo supérfluo.

Diante disso, meu único aprendizado foi o de sempre que começar algo terminá-lo e não perder as oportunidades, jamais!


Quem escreveu

Mirlanda Sousa da Costa
Mirlanda Sousa da Costa

Bacharel em Sistemas de Informação pela Faculdade Metropolitana de Manaus, atuando em pesquisas na área de Tecnologia. Instrutora de Informática na Fundação Rede Amazônica. Hobbies em desenvolvimento Mobile e para Web. Pós graduanda em Gestão do Ensino Superior. Atraída por leituras de desenvolvimento pessoal e profissional.

Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Agência Sparta