Como desenvolver uma mentalidade de alta performance

Como desenvolver uma mentalidade de alta performance

Imagem: Unsplash

Sua mentalidade ajuda você diariamente a tomar decisões importantes para seu crescimento. Mas como desenvolver essa mentalidade?


A maioria das pessoas deseja ter mais do que tem, fazer mais do que faz, mas não tem ideia de como conseguir isso. Muitas tem, inclusive, culpa por quererem ter mais do que tem.

O que essas pessoas não sabem é como desenvolver uma mentalidade de alta performance, que não só permita mas estimule que elas consigam sempre mais resultados.

Mas e você, acredita que pode ser e ter mais do que tem hoje?

Mesmo aquelas pessoas que tem objetivos mais simples desejam viver uma versão melhor de suas vidas.

Nós queremos viver mais e melhor.

Mesmo quem não está consciente disso, quer viver em alta performance.

No entanto, quantas pessoas sabem realmente o que é uma vida de alta performance? Quantas pessoas sabem o que é necessário, qual o preço a pagar por isso?

Porque certamente há um preço a pagar.

Veja também >> O eco do agir

Se não houvesse, todas as pessoas do mundo viveriam em alta performance.

Então vamos lá, o que é ‘viver em alta performance’?

Seria faturar bem em um mês e passar três meses sem faturar?

Comer no melhor restaurante, hospedar-se no melhor hotel e depois passar seis meses à pão e água?

Andar com roupas de grife e dever à todo mundo?

Não, nada disso.

Viver em alta performance é ter resultados acima da média no longo prazo.

É movimentar-se hoje, sabendo onde se quer chegar lá na frente.

E o mais importante: é visualizar mentalmente hoje, a vida que se quer lá na frente.

Para ter uma vida de alta performance, você precisa primeiro ter uma mente de alta performance, depois atitudes de alta performance e só então você conseguirá criar para si uma vida de resultados superiores.

Aí você pode me perguntar, ‘mas Lucas, porque eu não aprendi isso antes?’ ou ‘por que isso não é de conhecimento comum?’

E eu respondo: nós só entramos em contato com uma informação quando estamos prontos para utilizá-la. Se vamos ou não, aí é por nossa conta. E isso é de conhecimento comum. Tanto é, que você está entrando em contato com esses conceitos em um artigo público.

O motivo porque tantas pessoas não vivem uma vida de alta performance também não é difícil de entender: nós vivemos uma cultura de imagem, de aparências. E a alta performance se constrói primeiro na mente, onde ninguém vê. E frequentemente, ao desenvolver uma mentalidade de alta performance, as pessoas que não estão na mesma frequência se afastam de nós. Nos acham estranhos, não nos entendem (E tudo bem, outras pessoas em nossa frequência surgirão) e por isso, bem pouca gente está disposta a abandonar esse lugar fresco e confortável onde mora a mediocridade: a zona de conforto.

Entendeu por que tão poucas pessoas vivem uma vida de alta performance?

Agora, talvez você queira saber como é que você pode viver uma vida de alta performance.

Construindo uma vida de alta performance

E eu vou te contar: o primeiro passo é desenvolver uma mente de alta performance.

Mas como?

Simples. Vou te explicar em quatro passos:

1 – Movimento

O primeiro passo para desenvolver uma mente de alta performance é manter-se em movimento. Para que você possa ter resultados superiores, você precisará estar constantemente seguindo em frente, e ajustando sua jornada conforme você avança. Só há resultados de alta performance se houverem RESULTADOS. E só há resultados se houver ação, movimento.

2 – Clareza

Você pode não saber para onde REALMENTE DESEJA ir, mas precisa definir com clareza para onde está indo. Você certamente vai chegar a algum lugar, então que tal decidir antes qual será? Me explico. Se você sair de casa e começar a andar sem direção, você certamente vai chegar a algum lugar, mas pode ser que você não goste de lá. Ou você pode definir um destino, que mesmo que não seja o seu lugar preferido no mundo, você provavelmente vai chegar lá, mas tendo desde o começo ESCOLHIDO fazer isso, e isso não só motiva mais como te permite prever muito do que vai acontecer no caminho.

Procure sempre definir para onde você está indo e manter isso claro em sua mente, você verá que você vai chegar lá muito mais frequentemente e muito mais rápido.

3 – Especificidade

Você pode estar em movimento, ter clareza de onde vai, mas se suas intenções não forem ESPECÍFICAS, você ainda pode ter surpresas desagradáveis. Na minha experiência, muitos dos imprevistos ruins, são causados por nossa falta de especificidade. Se eu saio para entregar currículos (movimento), porque quero um emprego em vendas (clareza) eu posso encontrar um emprego em vendas que pague um salário mínimo e ser contratado. Ou um que pague cinco salários, mas com horários terríveis. Mas como eu simplesmente queria um emprego em vendas, sem especificar realmente às características do emprego que buscava, eu tive um resultado compatível com a minha especificidade.

4 – Resiliência

Esse é o mais importante dos quatro passos. Uma pessoa que tem resiliência é alguém que sabe superar às dificuldades e desafios que se apresentam. Se você sabe superar a si mesmo, seus diálogos internos negativos, suas crises pessoais, você já está na metade do caminho para conseguir tudo que quer.

Para desenvolver continuamente a resiliência, você precisa começar a observar que histórias você conta para si mesmo. O que você diz, mentalmente e em voz alta, como narração da sua vida? Você está ‘narrando’ a vida que você quer ou está ‘falando’ sem pensar?

A maioria das pessoas, vai passar suas vidas lutando para ter resultados inferiores. Jogando o mesmo jogo e esperando resultados diferentes.

É isso que você quer para você?

Sobre o autor

Lucas Liberato
Lucas Liberato

Coach, Palestrante e criador dos Treinamentos CRESCENTE. Apoio empreendedores a despertar o seu potencial ao máximo e ter uma vida de alta performance, com objetividade e resultados mensuráveis. E-mail: contato@sejacrescente.com.br

Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Agência BW e Site Barato BH